" ESCREVER É AMADURECER COM AS PRÓPRIAS IDEIAS!"

( Roberta Amaro )

sexta-feira, 30 de abril de 2010

DIA DA DECISÃO
















FOTOS DO DIA D, O DIA DA DECISÃO, EM ALGUNS ESTADOS DO BRASIL


IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS

























JORNALISMO IMPARCIAL





O texto a seguir é de autoria do jornalista Marcelo Migliaccio, que assina o blog “Rio Acima”, no Jornal do Brasil, uma das principais publicações diárias do País. Nele, o jornalista faz uma análise imparcial e de alta qualidade informativa sobre o Dia D, especificamente no evento do Rio de Janeiro, que lotou a Enseada de Botafogo no último dia 21 de abril.


O poder da Igreja Universal está no ser humano


Foi um tsunami diferente. Bem carioca. Em vez de água, na última quarta-feira as ruas da cidade foram inundadas por ônibus. Entraram por todos os lados, vindos dos quatro cantos do estado do Rio em pleno feriado de Tiradentes. O mar de mais de 1 milhão de evangélicos confluiu para a Enseada de Botafogo, onde a Igreja Universal do Reino de Deus promoveu mais uma de suas maratonas de louvor.


Não vou ficar perguntando de quem foi a culpa pelos engarrafamentos gigantes que incomodaram tanto. Vale mais refletir sobre a força desse movimento, que na verdade mostra a pujança do ser humano.


Já fui a um culto da Universal, na Catedral da Fé, uma imponente construção em Del Castilho (Zona Norte). Foi na época da eleição municipal de 2008. A ordem no jornal era averiguar se havia algum tipo de proselitismo político durante a celebração – Marcelo Crivella, bispo licenciado e senador, era um dos candidatos a prefeito.


Não constatei nenhuma menção eleitoreira no interior da catedral. No máximo, alguns cabos eleitorais de candidatos a vereador ligados à igreja distribuíam santinhos e seguravam cartazes do lado de fora. Na calçada, onde a lei permite.


Lá dentro, vi ao vivo o que já tinha assistido nos programas de TV. O mesmo discurso dos pastores, invocando trechos bíblicos, batendo forte na tecla da autoestima e, no final, pedindo aos fiéis que deixassem suas contribuições para a obra. Confesso que no momento em que o pastor pediu doações de R$ 20 mil reais me assustei. Era um culto destinado a pequenos e médios empresários em dificuldade. Ninguém foi ao palco deixar o polpudo donativo, e o pedido foi baixando até chegar a R$ 50, momento em que várias pessoas se levantaram e ofereceram seu sacrifício financeiro na esperança de ter melhor sorte no futuro. A vinculação fé-prosperidade é a tônica das pregações.


De outra vez, eu passava em frente ao templo da Universal na Nossa Senhora de Copacabana, por volta das 7h. Havia um culto lá dentro e vi que um mendigo, imundo, muito sujo mesmo, e alcoolizado, se dirigia para a porta de entrada. Parei para ver se o obreiro iria barrá-lo. Que nada, o homem entrou sem ser importunado. Como ele, muitos devem ter chegado à Universal naquele estado e se recuperado. O obreiro devia saber disso. Como os outros, aquele mendigo poderia em breve ser mais um membro do rebanho de Edir Macedo.


Acho que o ovo de Colombo dos líderes evangélicos foi descobrir que todo ser humano precisa ouvir palavras que o façam acreditar em si mesmo. Os cultos exploram essa neurolinguística, oferecem injeções de otimismo em doses cavalares. É isso que os pastores dão a seu rebanho: pensamento positivo e autoconfiança. Não é pouco para pessoas cujo cotidiano se resume a trabalho pesado, salário insuficiente, moradia indigna, família desagregada, vizinhança perigosa e saúde combalida por tanta infelicidade. Essas pessoas precisam tão desesperadamente acreditar em algo que não têm olhos para reparar se o pastor é canastrão.


As palavras bíblicas são muito poderosas, afinal séculos e séculos de perenidade lhes conferem autoridade. Nas igrejas evangélicas, pessoas que nunca tiveram disciplina adquirem um norte, mudam velhos costumes. Abandonam drogas pesadas, resistem ao apelo do álcool, sossegam o facho e reconstroem casamentos nos quais ninguém apostava mais um centavo.


Esse poder não está nos pastores, nem nessa ou naquela denominação. Quem se levanta do fundo do poço é o ser humano, cuja força interior é ilimitada.


Nenhum crente se preocupa muito em saber se o pastor lá na frente acredita naquilo que prega com tanta ênfase. Tentativas de derrubar o império da Universal foram muitas e não deram em nada. A igreja só cresceu apesar dos ataques e denúncias que volta e meia afloram na mídia e ecoam no Judiciário. De nada adiantam vídeos comprometedores, porque os fiéis aprenderam que quem vai contra Deus é o Diabo e estão mais preocupados em reconstruir suas próprias vidas. O que, aliás, é mérito exclusivo de cada um deles, e não de bispo ou pastor.


Por Marcelo MigliaccioBlog “Rio Acima” – Jornal do Brasil (publicado em 24/04/10)

sexta-feira, 16 de abril de 2010

O QUE É... HIPOCRISIA



É representar um papel levando em conta as prioridades pessoais


Fábula à grega em dois atos.
Personagens: o Gafanhoto Estressado e a Aranha Bem-Intencionada.
Cena um: o Gafanhoto tenta convencer a Aranha de que um colega de trabalho dos dois, o
Camaleão, é um hipócrita de carteirinha.
-- Esse Camaleão é um fingido, Aranha. Sempre mudando de cor conforme a ocasião.
-- Mas essa não seria só a natureza dele, Gafanhoto? Ele não foi criado desse jeito?
-- Nada! Antigamente, ele fazia o mesmo que nós, dava duro para levar a vida. Depois, virou
esse artista em tempo integral, sempre escondido atrás de disfarces e artimanhas.
-- Mas por que ele faria isso?
-- Para tirar proveito da situação. Ele fica ali, na moita, com aquela cara inofensiva, mas, na
primeira oportunidade, abocanha os descuidados.
-- Puxa, é verdade. E eu, que passo horas tecendo a minha teia, no maior capricho...
-- E eu, que fico pulando de um lado para outro sem parar? É por isso que vivo estressado. Se
me distraio, o Camaleão solta a língua e me pega.
-- É mesmo. Se você não me abre os oito olhos, eu nunca teria pensado nisso.
-- Porque você é singela e bem-intencionada. Sabe como chama o que o Camaleão está
fazendo? Competição desleal no ambiente de trabalho!
-- Faz sentido. Você é um sábio, Gafanhoto.
-- Obrigado, Aranha. Mas o ponto é que não podemos, nunca, confiar no Camaleão.
-- Será que não haveria um jeito de neutralizá-lo? Bom, para nosso benefício mútuo, eu acho
que tenho um plano infalível.
-- Tem?
-- Tenho. Escute...
Intervalo: se os antigos gregos não tivessem inventado as fábulas, a democracia e a filosofia
(e, ademais, sacado que a soma do quadrado dos catetos era igual ao quadrado da hipotenusa),
ainda assim eles teriam entrado para a história por sua habilidade para criar palavras. Como
"hipotenusa". Ou "hipocrisia", termo que significa "abaixo da decisão". Hipócrita, no teatro
grego, era a maneira como o povo se referia ao ator que representava sem nunca tomar
decisões sobre o texto. E seu talento estava em convencer a platéia de que ele não era ele
mesmo, mas sim aquele personagem ali no palco. Milênios se passaram e não surgiu palavra
melhor para definir os hipócritas modernos, que continuam tão dissimulados quanto seus
ancestrais. A diferença é que os hipócritas evoluíram. Agora, eles criam seus próprios
diálogos. Por isso, no palco corporativo, a sobrevivência profissional depende da
sensibilidade para identificar os personagens que estão contracenando conosco. O Estressado,
que ninguém aprecia muito, pelo menos é sincero ao manifestar seus sentimentos. O que nem
sempre é o caso do colega aparentemente bem-intencionado, em quem depositamos toda
confiança e para quem abrimos nosso coração.
Cena dois: o Gafanhoto se aproxima para escutar o plano da Aranha. E se enrosca na teia.
Imediatamente, ela o pica e começa a embrulhá-lo para o almoço.
-- O que você está fazendo, Aranha? Nós não somos colegas e parceiros?
-- Não leve a mal, meu caro Gafanhoto, mas essa é a lei aqui da selva: boa intenção é uma
coisa e prioridade pessoal é outra...

sexta-feira, 9 de abril de 2010

A SOLUÇÃO É SIMPLES


Um paciente vai a um consultório psicológico e diz ao doutor:
- Toda vez que estou na cama, acho que tem alguém embaixo.
Aí, eu vou embaixo da cama e acho que tem alguém em cima.
Pra baixo, pra cima, pra baixo, pra cima. Estou ficando maluco!
- Deixe-me tratar de você durante 2 anos – diz o psicólogo.
- Venha três vezes por semana e eu curo este problema.
- E quanto o senhor cobra? – pergunta o paciente.
- R$ 120,00 por sessão – responde o psicólogo.
- Bem, eu vou pensar – conclui o sujeito.
Passados 6 meses, eles se encontram na rua.
- Por que você não me procurou mais? – pergunta o psicólogo.
- A 120 paus a consulta, três vezes por semana, 2 anos, ficaria caro demais, aí um sujeito num bar me curou por R$ 10,00.
- Ah é? Como? - pergunta o psicólogo.
O sujeito responde:
- Por R$ 10,00 ele cortou os pés da cama…

Muitas vezes, o problema é sério, mas a solução pode ser muito simples!

quinta-feira, 8 de abril de 2010

NÃO OLHE PARA ELES


- Não olhe para eles...

Foi a voz que eu ouvi naquela manhã de domingo na igreja.

Quanto tempo levei para perceber que quem falava comigo era Ele: DEUS. Naquele momento Deus disse tudo o que eu precisava ouvir, contudo como nem sempre estamos aptos para entender a voz de Deus, demorei alguns instantes a mais para perceber que Deus se referia aos meus problemas.

Meu Deus, como fui cega em achar que eles eram maiores do que eu...

Fé é isso que importa!

Perdemos tempo demais olhando para nossos problemas. Criamos assim outro problema: ter medo das próprias dificuldades. E a cada dia nos afastamos mais das metas. Metas que deveriam estar no nosso campo visual e não no infinito das incertezas. O desânimo corroi mais do qualquer ácido, ele corroi a fé.

Esse é um momento de pensar, usar a inteligência e a visão de um vencedor. É preciso ser frio racional... para não ser tragado por um penhasco de dúvidas



É preciso fé e confiança em Deus...



Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tende a necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. (Hebreus 10: 35,36)
" LUTAR CONTRA O CORAÇÃO (DESEJO) É DIFÍCIL, POIS O QUE ELE QUER COMPRA-SE A PREÇO DE ALMA."

Heráclito de Éfeso (540-480 a.c)

quarta-feira, 7 de abril de 2010


Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal. ( Mateus 6:34)

terça-feira, 6 de abril de 2010

HEAD OVER HEELS

Head Over Heels

How can I sleep when I'm being troubled with butterflies

Every night you're here to remind me
Of your sweet eyes
All of my dreams and all of my wishes
Are about to come true
Life is too good and you are the reason
I'm so in love with you

Head over heals
Yeah, you make me feel so high tonight
Head over heals
Baby, your love makes me feel alive

How can I sleep when I'm going crazy
And I can't unwind
And how can I think when I am about to
Lose my mind
All of my dreams all of my wishes
Are about to come true
Life is too good and you are the reason
I'm so in love with you

Head over heals
Yeah, you make me feel so high tonight
Head over heals
Baby, your love makes me feel so right
Head over heals

No, I never felt so light and free
You know how it feels
'Cause you told me you're in love with me
Every minute and every second of the day
I'm thinking about you
Please make it never go away
I'm thinking about you baby
Please make it never go away

Head over heals
Head over heals
Yeah, you make me feel so high tonight
Head over heals
Baby, your love makes me feel so right
Head over heals
No, I've never felt so light and free
You know how it feels
'Cause you told me you're in love with me



video

De pernas para o ar


Como posso dormir quando eu estou sendo incomodado por borboletas

Toda noite você está aqui para me lembrar

Dos seus olhos doces

Todos os meus sonhos e todos os meus desejos

Estão prestes a se tornarem realidade

A vida é muito boa e você é a razão

Por eu estar tão apaixonado por você

De pernas para o ar

Sim, você me faz sentir tão alto esta noite

De pernas para o ar

Baby, o seu amor me faz sentir vivo

Como posso dormir quando eu estou ficando louco

E eu não consigo relaxar

E como posso eu penso quando estou prestes a

Perder a cabeça

Todos os meus sonhos e todos os meus desejos

Estão prestes a se tornar realidade

A vida é muito boa e você é a razão

Eu estou tão apaixonado por você

De pernas para o ar

Sim, você me faz sentir esta noite tão alto

De pernas para o ar

Baby, o seu amor me faz sentir tão bem

De pernas para o ar

Não, nunca me senti tão leve e livre

Você conhece a sensação

Porque você me disse que está apaixonada por mim

Cada minuto e cada segundo do dia

Eu estou pensando em você

Por favor faça com que isso nunca acabe

Estou pensando em você, amor

Por favor faça com que isso nunca acabe

De pernas para o ar

De pernas para o ar

Sim, você me faz sentir tão alto esta noite

De pernas para o ar

Baby, o seu amor me faz sentir tão bem

De pernas para o ar

Não, eu nunca me senti tão leve e livre

Você conhece a sensação

Porque você me disse que está apaixonada por mim

domingo, 4 de abril de 2010

PENSAR ANTES DE AGIR




Pensar antes de agir é essencial…
Uma empresa entendeu que estava na altura de mudar o estilo de gestão e contratou um novo gerente geral. Este veio determinado a agitar as bases e tornar a empresa mais produtiva.
No primeiro dia, acompanhado dos principais assessores, fez uma inspeção à toda empresa.
No armazém todos estavam trabalhando, mas um rapaz novo estava encostado na parede com as mãos no bolso. Vendo uma boa oportunidade de demonstrar a sua nova filosofia de trabalho, o novo gerente perguntou ao rapaz:
- Quanto é que você ganha por mês?
- Trezentos Reais, porquê? - respondeu o rapaz sem saber do que se tratava.
O administrador tirou os R$ 300,00 do bolso e deu-os ao rapaz, dizendo:
- Aqui está o seu salário deste mês. Agora desapareça e não volte aqui nunca mais! O rapaz guardou o dinheiro e saiu conforme as ordens recebidas. O gerente então, enchendo o peito, pergunta ao grupo de operários:
- Algum de vocês sabe o que este tipo fazia aqui?
- Sim senhor, responderam atônitos os operários. Veio entregar uma pizza…
"Tem pessoas que desejam tanto mandar, que se esquecem de pensar.”

sábado, 3 de abril de 2010

AO CAIR DA ÚLTIMA FOLHA


“Ao cair da última folha no inverno, quando tudo parecia perdido, quando só havia motivos para desespero e choro, Cristo ergueu os olhos e viu as flores da primavera, ocultas nos troncos secos da vida”. Ao contrário dele, ao primeiro sinal das dificuldades, desistimos de nossas metas, projetos e sonhos. Precisamos aprender com ele a erguer os olhos e olhar por trás das dificuldades, das dores, das derrotas, das perdas e compreender que os invernos mais rigorosos podem trazer as primaveras mais belas."


( Augusto Cury )